CREFONO1 solidário

Há mais de 10 anos, os funcionários do CREFONO1 promovem uma ação conjunta de solidariedade que começa no mês do Natal e só termina no início da Quaresma, idealizada pela assessora contábil Anna Maria da Cunha.

No início de dezembro, o funcionário ou conselheiro sorteado no início do ano e agraciado com a imagem do Menino Jesus na manjedoura doa uma nova imagem para que o processo se inicie. A partir daí, todo o quadro de funcionários e conselheiros estão convidados a doar artigos para um enxoval de bebê, que será repassado a uma família carente, nas semanas que antecedem a Páscoa.


Antes do Carnaval, a imagem do Menino Jesus doada é sorteada entre funcionários e conselheiros que contribuíram para o enxoval do bebê. A pessoa que ganha a imagem tem a incumbência de selecionar a família que receberá o enxoval. Em 2012, a assessora de imprensa do CREFONO1, Rose Maria, ganhou o Jesus e encontrou a família a ser beneficiada através da Pastoral da Criança da Igreja Nossa Senhora da Glória, da Comunidade do Engenho do Porto, em Duque de Caxias.

O enxoval completo, com fraldas descartáveis, roupas e produtos de higiene, foi entregue dia 1º de março, quando Rose Maria acompanhou as agentes da Pastoral da Criança à casa de Priscila.

Hyasmin Valviesse Santos nasceu com 49 cm e 3,870 quilos, no Hospital Municipal Moacir Rodrigues do Carmo, em 11 de fevereiro. É a segunda filha da dona de casa Priscila da Cruz, 22 anos. É o pai de Hyasmin, auxiliar de produção, e a avó da menina, revendedora de produtos de beleza, que cuidam do sustento da família, que mora numa quitinete, em Duque de Caxias.

Priscila está tendo dificuldades para amamentar e recebeu do CREFONO1 o livreto “Amamentação sem Complicação”, elaborado por Furnas Centrais Elétricas, em parceria com o Instituto Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) e este Regional. “Senti uma emoção muito especial ao ser sorteada e, depois, ao entregar o enxoval a alguém que realmente precisava muito dessa doação. Quando comecei a trabalhar no CREFONO1, ainda em 2008, achei a iniciativa tão singular que me senti orgulhosa de fazer parte de um quadro de funcionários e de uma instituição que adotava esse tipo de prática. Acredito que pequenos gestos como este fazem uma enorme diferença”, afirmou Rose Maria.

Comentários estão fechados.